Destaque

COMEMORAÇÕES DO SEGUNDO ANIVERSÁRIO DA ESCOLA DAS ARMAS NO 350º ANIVERSÁRIO DA BATALHA DE MONTES CLAROS

APRESENTAÇÃO DA EDIÇÃO COMEMORATIVA DO “VINHO MONTES CLAROS” E DO AZEITE “CONDE SHOMBERG” JUNTAMENTE COM A ASSINATURA DO PROTOCOLO ENTRE OS MUNICÍPIOS DE MAFRA E DE BORBA

No dia 17 de Junho de 1665, uma quarta-feira tal como no passado dia 17, forças portuguesas comandadas pelo Marquês de Marialva e como Mestre de Campo General o Conde Armando de Shomberg, saíram de Estremoz ao encontro das forças espanholas que sitiavam Vila Viçosa e que procuravam cumprir a vontade do Rei de Espanha, Felipe IV, de devolver à coroa espanhola o domínio sobre as terras portuguesas.
Um exército espanhol com aproximadamente 23.000 homens, integrados em corpos de infantaria suíça e italiana, na altura considerada a melhor e mais bem treinada da Europa, entrou em Portugal em 7 de Junho de 1665, conquistando Borba em 9 de Junho e sitiando Vila Viçosa, que com uma pequena guarnição procurava resistir à ofensiva espanhola.
A batalha que vai opor as forças invasoras espanholas às forças portuguesas tem lugar em Montes Claros (concelho de Borba). A vitória deveu-se à excelente organização táctica, à utilização coordenada da Infantaria, da Cavalaria e da Artilharia.
Esta coordenação das três armas dá origem à actual Escola das Armas em Mafra e à data histórica e simbólica para comemorar o Dia da Unidade.

(Vide reportagem completa, em formato de papel, de Raul Portela)

30 Jun

O GÉNERO E O SEXO

E as subtilezas perversas que vão grassando

17 Jun

Sede Social da “CULTUR’CANTO”

A SEDE fica na antiga EB1 de A-da-Perra

01 Jul

“O CARRILHÃO” É O ÚNICO JORNAL COM AUDIÊNCIA NO CONCELHO DE MAFRA

NO RANKING DISTRITAL DAS AUDIÊNCIAS É O PRIMEIRO DOS QUINZENÁRIOS DESTE RANKING

26 Apr

LER NO OLHAR

O bebé nasce e a Mãe passa os dias a olhar o seu olhar